terça-feira, abril 01, 2014

" A vida é muito Bela para ser Insignificante"

"Um Mundo debaixo do meu Chapéu"  Viajando pelo Mundo!

Estivemos esse final de semana dia 30 e 31 de março apresentando em Pato Branco.
João Theotonio assumindo como ator, crescendo muito e Edgard operando a luz,entrando no abração e já viajando pelo nosso Paraná.
Foi um momento muito bonito com o público de Pato Branco, todos muito receptivos e acolhedores.

" A vida é muito bela para ser insignificante", desvendar o que existe debaixo do nosso chapéu é um bom caminho para buscar a beleza essencial da nossa vida. Viver e gostar de viver, estar aqui e saber o por que está.  Acho que esse final de semana a nossa obra inspirada em Charles Chaplin me permitiu uma vontade de descobrir e redescobrir o que de belo tem o homem, o que de belo tem o mundo.  Em um planeta onde se fala tanto em catástrofes, guerras, mentiras e desilusões, encontrar um pouco de arte, delicadeza e beleza é um respiro profundo e tranquilo para a humanidade, pelo menos para a humanidade que existe dentro de mim.  As vezes nos perdemos nas nossas próprias ilusões,pensamentos e atitudes banais e quando nos damos conta o que é banal se torna o que há de mais importante em nossa vida e o que é belo e essencial se perdeu em meio aos pensamentos vazios e insignificante.

Voltei com a vontade de observar, observar o mundo e as pessoas e o que existe de belo em nossa humanidade. Hoje fui ao mercado as 23:35hrs, comprei algumas coisas e fui para o caixa.  A atendente ao lado do meu caixa estava muito cansada, devia ter uns 60 anos de idade mas estava aguardando o supervisor para fechar o caixa.  Caminhava em frente ao caixa quando se pendurou na barra e começou a brincar como uma criança. Deslizou e se balançou como que em uma balança. Quando percebeu que estava sendo filmada pela câmera do mercado se arrumou rapidamenete e disse: "A gente tem mesmo é que descontrair pra deixar que o cansaço vá embora". Foi o meu respiro do dia, a beleza que encontrei naquela simples senhora cansada do caixa ao lado, que me fez sorrir e ficar com vontade de me pendurar na barra e brincar como uma criança as 23:35 da noite do dia 01 de abril de 2014.

Acho que existem perolas diariamente em nossa vida, nos mostrando o essencial do ser humano e da vida. Basta perceber...

Obrigada pela companhia em mais uma viagem abraçadinhos.